Napoli

Napoli

Nome: SOCIETÀ SPORTIVA CALCIO NAPOLI

Fundação: 1904

Site oficial: www.sscnapoli.it

Presidente: AURELIO DE LAURENTIIS

Estádio: SAN PAOLO

Capacidade: 60.215

Técnico: WALTER MAZZARRI

Principais conquistas:

CAMPEONATO ITALIANO (2)

1986/1987 1989/1990

COPA DA ITÁLIA (3)

1961/1962 1975/1976 1986/1987

COPA DA UEFA (1)

1988/1989

SUPERCOPA DA ITÁLIA (1)

1990

HISTÓRIA

A origem do Napoli começa em 1904, quando o marinheiro William Poths desembarcou na cidade e decidiu fundar um clube: o Naples Foot-Ball & Cricket Club. Foi o primeiro time de futebol da cidade que, em 1906, teve o nome mudado para Naples Foot-Ball Club.

Até 1912, o time participou do campeonato nacional na qual só era inscrito as equipes do Norte da Itália. Um ano antes, outro clube foi fundado na cidade: o Unione Sportiva Internazionale Napoli. Surgiu uma grande rivalidade, que não durou muito tempo.

Em 1922, os dois clubes se fundiram e formaram o Foot-Ball Club Internazionale-Naples. Em 1º de agosto de 1926, os diretores da equipe decidiram mudar a denominação para Associazione Calcio Napoli. Giorgio Ascarelli foi nomeado o presidente.

O projeto era ambicioso, mas a equipe não conseguiria resultados tão expressivos assim. Em 1932/33, o Napoli surpreendeu e terminou o Campeonato Italiano na terceira colocação, empatado com o Bologna. Na temporada seguinte, um novo terceiro lugar.

Mas esses dois resultados ficaram para trás e, em 1941/42, a equipe caiu para a Série B. As competições pararam por causa da Segunda Guerra Mundial. Em 1945/46, o Napoli voltou à Série A, mas logo foi rebaixada novamente. Em 1949/50, já estava novamente na elite do futebol italiano.

A partir daí o time teve algumas boas campanhas na Série A, assim como péssimos resultados. Em 1960/61, o Napoli caiu novamente para a segunda divisão. Mas a temporada seguinte seria de glória: além de conquistar o acesso, venceu seu primeiro título de expressão: a Copa da Itália.

Mas no ano seguinte a equipe voltou para a Série B. Em 1964, o clube mudou de nome novamente: o A.C. Napoli virou Società Sportiva Calcio Napoli. Nesta mesma temporada, o time azzurro conquistaria o acesso à Série A. Dessa vez era pra ficar.

A diretoria reforçou o elenco com as contratações de Omar Sivori, da Juventus, e José Altafini, do Milan. A equipe terminou o campeonato em terceiro lugar, com Altafini no topo da artilharia. Na temporada seguinte, outro bom resultado: quarto lugar.

Em 1967/68, o goleiro Dino Zoff foi contratado junto ao Mantova. O clube passava por problemas financeiros, mas quase conquistou o scudetto, ficando em segundo lugar, atrás apenas do Milan.

Com a troca de presidente - Corrado Ferliano no lugar de Gioacchino Lauro -, o Napoli perdeu jogadores importantes, como o próprio Zoff, Altafini e Sala. Em 1975, a equipe esteve mais uma vez muito próxima do scudetto, terminado com o vice-campeonato com dois pontos atrás da Juventus.

Na temporada seguinte, com Beppe Savoldi (o BeppeGoal) no elenco, o time conquistou pela segunda vez a Copa da Itália. A torcida sonhava com o título italiano. Em 1980/81, a equipe esteve perto mais uma vez, terminando em terceiro lugar.

O Napoli queria voar alto. Decidido a conquistar resultados importantes, a diretoria realizou a contratação do século: em 27 de maio de 1984, a Gazzetta dello Sport estampou em sua capa: “Maradona, sim ao Napoli”. Um mês depois, a contratação foi oficializada.

A primeira temporada do argentino na Itália foi boa apenas para ele, que mostrou seu belo futebol. Mas o elenco napolitano era muito fraco e Maradona não conseguiu levar o time nas costas. Na temporada seguinte o clube finalmente trouxe jogadores que pudessem dar esperanças para a torcida. Chegou Giordano, Bagni, Garella, entre outros. O time também tinha bons jovens jogadores, como Ciro Ferrara. Em 1985/86, o Napoli terminou a Série A na terceira colocação.

A equipe crescia de rendimento e colheu os frutos em 1986/87. Em 10 de maio de 1987, a torcida lotou o Estádio San Paolo para vibrar e comemorar o primeiro scudetto da história do Napoli. Junto com o título do Campeonato Italiano veio também a conquista da terceira Copa da Itália. Maradona era endeusado na cidade.

Em 1988, outro craque desembarcou em Nápoles: Careca, ex-São Paulo. As cinco vitórias nas cinco primeiras partidas davam a impressão que o título seria mais uma vez do Napoli. Mas o time caiu de rendimento no final da competição e perdeu quatro partidas consecutivas, terminando em segundo lugar. Milan campeão.

Para reconquistar a Itália, a diretoria fez novas contratações de peso, como Giuliano, Fusi e o meio-campista brasileiro Alemão. Mas, com um time quase imbatível, a Internazionale não deu chances para ninguém e ficou com o título. Contudo, o Napoli não ficaria de mãos vazias.

A Copa da Uefa era o objetivo. Os azzurri chegaram até a final contra o Sttutgart. O primeiro jogo terminou 2 a 1 para o time italiano, com gols de Maradona e Careca. Na partida de volta, na Alemanha, mas de 30 mil torcedores do Napoli acompanharam os gols de Alemão, Ciro Ferrara e Careca: placar final de 3 a 1 e o primeiro título europeu da história do clube.

A temporada 1989/90 começou com a troca de treinador: Ottavio Bianchi saiu e deu lugar a Albertino Bigon. Um jovem jogador também chegava ao time: Gianfranco Zola. Não deu outra: o Napoli conquistou seu segundo scudetto. As glórias napolitanas terminariam aí.

Maradona foi flagrado no exame antidoping por uso de cocaína e deixou o clube. A saída do jogador e a crise financeira fizeram com que o clube deixasse de disputar títulos. O quarto lugar em 1991/92 foi o último resultado aceitável do clube.

As temporadas seguintes seriam de resultados modestos. Em 1995, o time já não contava com nenhum grande jogador e se livrou por pouco da segunda divisão. Em 1997/98 não teve jeito: o Napoli caiu para a Série B após 33 anos na elite do futebol italiano.

Dois anos depois voltou à Série A. Mas os tempos eram mesmo de crise e o time azzurro foi rebaixado novamente na temporada seguinte. A crise financeira era enorme e, em agosto de 2004, o Napoli faliu.

Semanas depois, Aurélio De Laurentiis, um produtor cinematográfico, apareceu para salvar o clube. De Laurentiis se esforçou ao máximo e inscreveu a equipe na série C1 do Campeonato italiano – com o nome de Napoli Soccer. Em 2005/06, o Napoli finalmente voltou para a Série B. Em maio de 2006, De Laurentiis cumpriu a promessa que havia feito e o clube voltou a se chamar Società Sportiva Calcio Napoli.

Em 2006/07, os azzurri conquistaram o tão sonhado acesso à Série A. Sim, o Napoli, um dos times mais populares da Itália estava de volta. A diretoria decidiu então fazer uma mistura no elenco, com jogadores experientes e jovens, como Lavezzi e Hamsik.

O oitavo lugar deu uma vaga na Copa Intertoto. Em 2008/09, o técnico Edoardo Reja, que comandou o time desde o renascimento na Série C, foi demitido e em seu lugar assumiu Roberto Donadoni.

_________________________________________________

ELENCO

GOLEIROS
Nome Nascimento
1 Gennaro Iezzo 08/06/1973
25 Matteo Gianello 07/05/1976
26 Morgan De Santics 26/03/1977
DEFENSORES
Nome Nascimento
6 Salvatore Aronica 20/01/1978
14 Hugo Armando Campagnaro 27/06/1980
28 Paolo Cannavaro 26/06/1981
96 Matteo Contini 16/04/1980
2 Gianluca Grava 07/03/1977
77 Leandro Rinaudo 09/05/1983
33 Erminio Rullo 19/02/1984
13 Fabiano Santacroce 24/08/1986
16 Juan Camilo Zuniga 14/12/1985
MEIAS
Nome Nascimento
32 Nicolas Amodio 10/03/1983
18 Mariano Adrian Bogliacino 02/06/1980
21 Luca Cigarini 20/06/1986
15 Jesus Alberto Datolo 19/05/1984
23 Walter Gargano 23/07/1984
17 Marek Hamsik 27/07/1987
11 Christian Maggio 11/02/1982
5 Michele Pazienza 05/08/1982
ATACANTES
Nome Nascimento
19 German Gustavo Denis 10/09/1981
9 Erwin Hoffer 14/04/1987
12 Joao Batista Inacio Pia 22/03/1982
7 Ezequiel Ivan Lavezzi 03/05/1985
27 Fabio Quagliarella 31/01/1983

LOCALIZAÇÃO

Cidade: Nápoles Napoli - Stemma
Região: Campania
Província: Nápoles stemma

mapa_napoles

5 comentários em “Napoli

  1. Olá gostaira de saber qual o site que posso comprar a camisa do Napoli 2011, e se no mesmo site tem opções de personalização. Eu sou muito fã do Napoli. do grande Careca e Maradona grande dupla de ataque.

  2. Sou torcedor do Atlético Mineiro e do Napoli, as torcidas mais fanáticas do mundo, e gostaria de comprar a camisa oficial.

  3. Moro em São Paulo e sou muito fã do napoli,dos ídolos antigos(Careca,Maradona)e dos atuais(”El Matador Cavani,Lavezzi,Hamsik)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s